• Rede ODS Brasil

Em defesa do Direito Humano à Alimentação Adequada

Atualizado: 30 de Dez de 2019


Neste 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, a Rede ODS Brasil não pode deixar de vir a público manifestar sua indignação diante dos constantes ataques que o Direito Humano à Alimentação Adequada vem sofrendo nos últimos tempos. Saímos há tão pouco do Mapa da Fome e já estamos prestes a retornar. O desemprego, os cortes nas políticas sociais, as investidas temerosas sobre a agricultura familiar e as terras e territórios de indígenas e povos e comunidades tradicionais, tem empurrado a população empobrecida para o precipício da fome. Diante do cenário desolador que vivemos atualmente, frente ao crescimento da onda conservadora expressa em manifestações de preconceitos, racismo e intolerância, ainda temos que enfrentar soluções estapafúrdias no combate à fome como a da “Farinata” apresentada pelo Prefeito de São Paulo, um composto preparado a partir de alimentos próximos ao vencimento, que iriam para o lixo, para ser distribuído aos pobres. Dizemos Não à Farinata! Precisamos combater a fome com uma política pública que garanta a dignidade das pessoas, sem visão preconceituosa e discriminação em relação a quem vive a realidade de vulnerabilidade social e de insegurança alimentar e nutricional. Ninguém merece apenas o resto, ninguém merece viver sujeito aos interesses do mercado. Queremos para todas e todos, alimentação de qualidade, saudável, nutritiva, livre de agrotóxico, transgênicos, processados e ultraprocessados, ou seja, queremos uma alimentação saudável com produtos oriundos da agricultura sustentável, conforme preceitua o ODS 2. Todas e todos têm direito à "comida de verdade, no campo e na cidade” como diz o lema da última Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

28 visualizações

Parceiros Institucionais

círculo_branco.jpg