top of page
  • Foto do escritorRede ODS Brasil

Módulos de Aprendizagem de Resiliência disponíveis em Português


Com a colaboração da Rede ODS Brasil, MCR2030/UNDRR Américas e do Programa Global de Resiliência de Cidades da ONU-Habitat, os Módulos de Aprendizagem de Resiliência I e II foram traduzidos para o português.


Publicados originalmente em 2020 e 2021 por Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU), em conjunto com o Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNDRR) e o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-Habitat), os módulos foram implementados em cidades e associações de todo o mundo, como parte de um processo contínuo de co-criação de conhecimento e aprendizagem entre pares com o objetivo de tornar as cidades mais resilientes.


Este processo chegará agora a mais cidades de língua portuguesa, nomeadamente através da liderança dos Hubs de Resiliência MCR2030 de Barcarena (Brasil) e Matosinhos (Portugal), bem como das Associações de Governos Locais e Regionais noutros países de língua portuguesa.


A Prefeitura de Barcarena, cofundadora da Rede ODS Brasil, é Vice-Presidente de Gestão de Riscos e Resiliência da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e em 2023 foi nomeada como 1° Hub de Resiliência MCR2030 na Amazônia.


Esta ação contribui com diversos ODS, em especial com as Metas:

11.b Aumentar substancialmente o número de cidades e assentamentos humanos adotando e implementando políticas e planos integrados para a inclusão, a eficiência dos recursos, mitigação e adaptação às mudanças climáticas, a resiliência a desastres; e desenvolver e implementar, de acordo com o Marco de Sendai para a Redução do Risco de Desastres 2015-2030, o gerenciamento holístico do risco de desastres em todos os níveis

12.8 Até 2030, garantir que as pessoas, em todos os lugares, tenham informação relevante e conscientização para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida em harmonia com a natureza

13.1 Reforçar a resiliência e a capacidade de adaptação a riscos relacionados ao clima e às catástrofes naturais em todos os países

13.3 Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce da mudança do clima

16.7 Garantir a tomada de decisão responsiva, inclusiva, participativa e representativa em todos os níveis

17.14 Aumentar a coerência das políticas para o desenvolvimento sustentável


Comments


bottom of page