• Patrícia M. Menezes

High-level Political Forum 2019

Atualizado: Abr 12


O High-level Political Forum 2019 ocorreu de 09 a 18/07, na sede da ONU em New York. Durante o evento, representantes da Rede ODS Brasil e do GT Agenda 2030 tiveram a oportunidade de divulgar os resultados da Câmara Temática Parcerias e Meios de Implementação (CTPMI) da Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (CNODS), extinta mês passado.

No dia 15, o GT Agenda 2030 participou do evento paralelo The power of partnership: unlocking the promise of partnership to increase the strength of civil society in advancing the 2030 Agenda, realizado na Ford Foundation. Em sua fala, o GT Agenda 2030 destacou as oportunidades e desafios para as organizações da sociedade civil na implementação da Agenda 2030 nos níveis nacional, regional e global.

No dia 17, o GT Agenda 2030 promoveu o evento paralelo How can the SDGs thrive in adverse political contexts? Durante o evento, realizado na World Vision, representantes de organizações da sociedade civil da Argentina, Brasil, Filipinas e Reino Unido dialogaram sobre os desafios comuns entre esses quatro países no processo de implementação da Agenda 2030.

E a Prefeitura de Barcarena - co-fundadora da Rede ODS Brasil - participou do evento especial Voluntary Local Review Lab. Em sua fala a Prefeitura destacou a importância do Governo Federal implementar uma estratégia nacional de localização da Agenda 2030, conforme proposta elaborada pela Rede ODS Brasil para a CTPMI.


O GT Agenda 2030 e a Rede ODS Brasil também divulgaram a versão em inglês da Nota de Repúdio à desistência do governo brasileiro de apresentar Relatório sobre os ODS na ONU. E o GT Agenda 2030 divulgou uma síntese em inglês do Relatório Luz 2019, que será lançado em agosto no Brasil.


Sobre o High-level Political Forum (HLPF) O HLPF é o espaço oficial para acompanhamento de progresso da implementação da Agenda 2030 no mundo por meio dos Relatórios Nacionais Voluntários (RNV) apresentados pelos Estados Membros da ONU. O Brasil apresentou seu primeiro RNV no HLPF 2017 e estava habilitado para apresentar o segundo este ano. Mas, em abril, o Governo Federal cancelou a apresentação do Relatório no HLPF 2019. Conforme previsto na Agenda 2030, o HLPF deste ano também deveria avaliar sua estrutura e metodologia. Neste sentido, duas demandas foram recorrentes em boa parte dos eventos oficiais, especiais e paralelos da programação do HLPF: 1. A inclusão dos relatórios elaborados por organismos internacionais, governos locais e regionais, organizações da sociedade civil, academia e setor privado na programação oficial do HLPF. Atualmente esses relatórios são apresentados em eventos especiais e paralelos. 2. A apresentação dos RNV nos Fóruns Regionais preparatórios ao HLPF, considerando que os Fóruns Regionais mobilizam um número muito maior de participantes de todos os segmentos da sociedade.

Parceiros Institucionais

círculo_branco.jpg