• Rede ODS Brasil

Universidade Estadual Paulista - Campus Franca

Atualizado: Out 12


Com o propósito de estimular ações em torno da Agenda 2030 localmente surgiu o Fórum Franca Sustentável, uma iniciativa que buscou congregar esforços do Poder Público, das universidades, do setor produtivo, da sociedade civil organizada e dos movimentos sociais para a construção e execução de uma agenda estratégica para o desenvolvimento sustentável do município de Franca.


O Fórum foi inicialmente articulado por quatro instituições de ensino superior de Franca (UNESP, Uni-FACEF - Centro Universitário Municipal de Franca, UNIFRAN - Universidade de Franca e Faculdade de Direito de Franca), gestores públicos, lideranças empresariais, e diversas organizações da sociedade civil. Neste processo, a UNESP tem exercido papel fundamental, com sua liderança muito ativa no Fórum, e com resultados relevantes de ações e projetos em torno do desenvolvimento de alguns Grupos de Trabalho, coordenados por membros vinculados a esta instituição.


A principal ação mais concreta, de caráter transversal, deu-se como Grupo de Trabalho (GT) de Equidade de Gênero, junto à Comissão de Direitos Humanos da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, previamente existente.


Este Grupo de Trabalho tem procurado, desde o início de seus trabalhos, em junho de 2020, estabelecer diretrizes e ações que considerem de modo transversal os ODS e, de maneira mais específica, o “Objetivo 5: Igualdade de Gênero” alcançando, no Câmpus de Franca, docentes, estudantes e funcionárias.


Ainda que nesta questão a perspectiva de gênero em relação aos ODS se restrinja à relação homem versus mulher, a perspectiva é buscar um trabalho que estenda esta percepção para além da perspectiva binária de gênero, tratando também dos vários aspectos da sexualidade humana como uma combinação de fatores biológicos, psicológicos e sociais como tema de nossa atuação.


A partir deste objetivo geral, têm sido encaminhadas as seguintes ações:

1) Realização de um evento que teve como finalidade apresentar à comunidade os ODS em termos mais gerais e, posteriormente, o “Objetivo 5: Igualdade de Gênero” do ODS.

2) Acompanhamento e monitoramento da disciplina "Direito e Equidade de Gênero" oferecida pela Faculdade de Direito da USP, aberta a estudantes interessados em cursá-la. Isso ocorreu no ano de 2020 e a parceria se estendeu para 2021, com o acompanhamento das professoras membros do GT.

3) Montagem de uma Curadoria de conteúdos digitais acerca das questões de gênero, com o objetivo de criar um espaço digital para o Grupo de Trabalho divulgar ações e, sobretudo, para seleção e divulgação de conteúdos digitais disponíveis em domínio público acerca das questões de equidade gênero.

4) Articulação da questão de gênero à gestão, com o objetivos de articular a equidade de gênero às várias dimensões da gestão, desde a seleção de docentes, estudantes e funcionários, em diversas frentes, assim como avaliação e demais atividades, por meio de editais e portarias que garantam “a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades”. (NAÇÕES UNIDAS, 2017).


Todo este trabalho do GT, articulado às demais iniciativas da Comissão de Direitos Humanos, tem se destacado, na perspectiva dos ODS e da implementação de sua agenda na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais de Franca. Trata-se de um longo caminho pela frente, para as quais as atividades aqui descritas compõem os primeiros passos. Mas passos certeiros na construção, de fato, para “alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas” (NAÇÕES UNIDAS, 2017).


NAÇÕES UNIDAS. Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/pos2015/ods5/>. Acesso em: 29 dez. 2017.

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo